Painel do Associado
Seja bem vindo ao
LOGIN DO ASSOCIADO


Voltar
RECUPERAÇÃO
DE SENHA

Atenção, enviamos o e-mail de recuperação de senha para:

Por favor, verifique seu e-mail para recuperar sua senha.

Carregando . . .

Notícia

publicado em 11/12/2023

ELEIÇÕES JÁ, NO SISTEMA CONTER/CRTRs

Queremos nosso direito ao voto
Não é novidade para os profissionais da Radiologia do Brasil inteiro que o CONTER não faz o mínimo esforço para que haja processo eleitoral e democracia em nossa profissão. Aqui em São Paulo temos visto uma situação ainda mais preocupante...

No CRTR/SP há diversas denúncias que pairam sobre o sistema: suposto crime de tergiversação, suposto crime contra a economia popular, assessor jurídico com condenação em 2ª instância e recebimento de indenizações supostamente ilegais acerca do deslocamento de diretores, são algumas das acusações envolvendo conselheiros e assessores do Regional. Mas, estranhamente, o CONTER se mantém em silêncio.

A realização de um novo pleito eleitoral no sistema CONTER/CRTRs é de suma importância para que a categoria volte a ter confiança na lisura do sistema e das pessoas que nos representam. Ao contrário, o que temos visto é a total falta de conexão entre os comandantes e os profissionais da Radiologia.

A HISTÓRIA DE CARLOS DA SILVA

Quais as reais intenções de Carlos da Silva com o CRTR/SP, uma vez que não tem mandato eletivo no Regional? Carlos da Silva, continua exercendo influência sobre o CRTR/SP? Se, sim, que tipo de influência?

Carlos da Silva, enquanto presidente do SINTTARESP, não fez nenhum esforço para impedir a divisão das bases do sindicato, permitindo a existências de novas entidades sindicais perante as cidades de Campinas, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto. Posteriormente, na gestão de Sinclair Lopes o SINTTARESP recuperou Campinas, somente.

Carlos da Silva, que não pode fazer parte da organização sindical. Uma vez que não faz parte daqueles representados pelo SINTTARESP.

INTERVENÇÕES E JUNTAS GOVERNATIVAS

O absurdo da não realização de um pleito eleitoral válido é tão grande, que o último presidente eleito do CRTR/SP é Sinclair Lopes, em 2016. 

Após sofrer traição de seu grupo político (chapa 5 - Júlio César dos Santos, Joselias Rodrigues, Gian Claudio, Lucy Hellen Marques, etc), foi retirado da presidência pelo CONTER, Autarquia Federal administrada na época por Valdelice Teodoro e sucedida por Manoel Viana (Presidente que usou recursos do Conselho Nacional para viajar “a trabalho” – em evento que nunca ocorreu – para Punta Cana, famosa praia da República Dominicana). 

O CONTER continuou com seus administradores não-convencionais, logo após a queda do falecido Manoel Viana assumiu o TR. Luciano Guedes, permanecendo até 03 de junho de 2022. Sendo afastado pela Junta Governativa do CONTER, capitaneada por Silva Karina Lopes da Silva até meados deste ano, quase assume o 8º Corpo de Conselheiros, com uma Diretoria Executiva sem igual, na qual inexiste o Diretor-Secretário, e a Diretoria é exercida por TNR Cassiana Crispim (Diretora-Presidente) e TNR. Carlos Júnior (Diretor-Tesoureiro).

Foram cinco diretorias executivas perante o CONTER e cinco intervenções perante o CRTR/SP. São eles: TR. Agnaldo Silva (substituído em menos de dois anos); TR. Júlio César dos Santos (por duas vezes); Mário César Manduca; e agora, Carmem Regina de Souza Franco.

Patente que nunca houve qualquer interesse na representação popular perante o Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 5ª Região, apenas a manutenção do estado perpétuo de intervenção. Permitindo que o CONTER coloque seus prepostos, para o atendimento dos seus anseios políticos.

ATUAL GESTÃO DO CONTER

Já de modelo de gestão, não podemos utilizar o atual corpo de Conselheiros do CONTER, que infringe o Decreto nº 92.790 de 1986, que determina, no artigo 17, a presença de três membros na diretora executiva. Mas atualmente só há dois: Cassiana Crispim (presidente) e Carlos Júnior (tesoureiro).

"Art. 17.  A diretoria do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia será composta por um presidente, um secretário e um tesoureiro, escolhidos e eleitos entre os conselheiros efetivos."

E como se não bastasse, a atual diretoria executiva quer legitimar de todas as formas a existência da continuidade das juntas governativas.



O modelo de gestão do CONTER se tornou o de intervenções por intermédio de Juntas Governativas, um verdadeiro escândalo na profissão. No CRTR/SP, desde a destituição indevida de Sinclair Lopes, tivemos interventores e nada de processo eleitoral válido para definir um novo corpo de conselheiros.

Como se não bastassem as diversas denúncias realizadas perante o site da Entidade Sindical, recebemos uma gravação supostamente realizada por Cassiana Crispim (atual Diretora-Presidente do CONTER) para uma outra pessoa. 

http://www.sintaresp.com.br/Store/Arquivos/audio-.ogg

Uma gravação estranha e que seu conteúdo não podemos precisar do que se trata, assim, serve a presente matéria para questionar à Presidente da Autarquia Federal: 

a) qual a natureza do áudio; b) quais os assuntos tratados; c) se é reconhecida a autoria da mesma; d) qual o contexto da fala; e) para quem ele se destina.

CHEGA DE JUNTA GOVERNATIVA! QUEREMOS DEMOCRACIA!

QUEREMOS ELEIÇÃO PARA O SISTEMA CONTER/CRTRs!!!

Secretário de Comunicação
Georges Ken Norton de Oliveira
  • Comentar
  • Enviar
  • Imprimir

Ainda não há comentarios. Seja o primeiro a comentar.

Leia Também

Convênios e Benefícios

Notícia

publicado em 20/02/2024

SÓCIO COTISTA É FRAUDE? SIM OU NÃO?

Galeria de Fotos

publicado em 14/09/2023

SINTTARESP NO COMBATE AOS PRECONCEITOS!

Jornal do Sinttaresp