X

Emissão de Boletos ACESSE

Últimas Notícias

05/07/2017

APÓS DENÚNCIAS DO SINTTARESP, JÚLIO CÉSAR DOS SANTOS É EXONERADO DO CARGO NA PREFEITURA DE HORTOLÂNDIA

Prefeitura informou que exonerou Júlio César após tomar conhecimento dos fatos que desonravam sua contratação



A “farra” de Júlio César dos Santos na Secretaria Municipal da Saúde de Hortolândia não durou muito tempo! A exoneração do cargo de Gerente de Divisão foi motivada pelas denúncias realizadas pelo SINTTARESP à Prefeitura de Hortolândia, que revelavam o suposto envolvimento de Júlio César em diversos casos ilícitos.

Na ocasião, o Sindicato, também, encaminhou as denúncias ao Ministério Público do Estado de São Paulo. Notificada pelo MP/SP a prestar esclarecimentos, a Prefeitura Municipal de Hortolândia informou que “O servidor comissionado Júlio César dos Santos foi nomeado no dia 23 de janeiro de 2017 para ocupar o cargo em comissão de Gerente de Divisão, lotado na Secretaria Municipal de Saúde, conforme Portaria 0136/2017. Ato contínuo o servidor comissionado JÚLIO CÉSAR FOI EXONERADO DO CARGO no dia 7 de fevereiro de 2017, conforme portaria 0217/2017”.

A Prefeitura de Hortolândia ainda ressaltou que após “ter conhecimento dos fatos que maculam a contratação deste servidor, imediatamente efetivou sua exoneração”.

Entre as diversas polêmicas que envolvem o nome de Júlio César dos Santos, podemos citar:
  • O processo de improbidade administrativa de n° 0144386-66.2014.4.02.5101, movido pelo CRTR - 4ª região, em face dos Conselheiros do CONTER, em que o mesmo responde por manobras dignas de grandes organizações voltadas para práticas de condutas imorais e ilícitas;
     
  • Júlio César é investigado devido a uma suposta sabotagem no hospital em que trabalha como Técnico em Radiologia no município de Campinas, bem como denúncias dão conta que Júlio não aparece em seus plantões, reforçando assim a tese de que seria um “funcionário fantasma”.
Os escândalos não param por aí! Na época, o SINTTARESP tornou público uma possível ligação entre Júlio César e a Deputada Federal Ana Lúcia Lippaus Perugini. Durante sua candidatura em 2010, Ana Lúcia teria recebido uma “doação” de R$ 8.000,00 (oito mil) realizada por Júlio. Neste contexto, é importante lembrar que Júlio seria apenas um assalariado pela Prefeitura de Campinas e Paulínia.

Vale ressaltar que o pedido de exoneração partiu desta entidade sindical, tendo em vista a nossa preocupação com as consequências que a nomeação de Júlio César poderia gerar para o município de Hortolândia.

Como representante de uma Categoria que integra a área da Saúde, acreditamos ser nosso dever denunciar fatos que sejam de interesse público e que possam acarretar em prejuízos para os profissionais que nesse setor atuam. Sendo assim, enfatizamos a nossa satisfação com a conduta assertiva da Prefeitura de Hortolândia ao afastar Júlio do cargo.


Mais Notícias
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
www.infosind.com.br