X

Emissão de Boletos ACESSE

Últimas Notícias

07/03/2017

CORRUPÇÃO NO CONTER: CONSELHEIROS EFETIVOS RESPONDEM A PROCESSOS POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Oito membros do CONTER estão na mira da Justiça, incluindo a presidente Valdelice Teodoro



Um escândalo atrás do outro! Em pouco mais de uma semana, este é o terceiro caso que traremos à tona, a fim de revelar e dar visibilidade a verdadeira realidade por trás da atual Diretoria do CONTER. A denúncia diz respeito aos atos de improbidade administrativa cometidos pela Sra. Valdelice Teodoro juntamente com o seu Corpo de Conselheiros, que nitidamente promovem o desvirtuamento dos fundamentos básicos da moralidade a frente do Conselho Nacional, afrontando os princípios da Radiologia.

Em atuações ilegais e abusivas, a cúpula chefiada pela Sra. Valdelice tem, sob diversas formas, demonstrado total irresponsabilidade e completa incapacidade a frente da gestão da Autarquia Federal.

Tal fato pode ser comprovado através do processo de n° 0144386-66.2014.4.02.5101, no qual os membros do Conselho Nacional respondem por atos de improbidade administrativa, dentre eles:

- Criação aleatória de Conselhos Regionais, que não são economicamente sustentáveis, com intuito de garantir votos, gerando assim altos custos para os cofres da Autarquia;

- Anulação indevida de eleições em determinados CRTRs;

- Instauração de processos administrativos contra Conselheiros Regionais por motivos puramente políticos;

- Intervenções incoerentes, nos quais seus interventores adquiriram dívidas exorbitantes, como é o caso dos quase 8 MILHÕES contraídos pelo CRTR-RJ. E sobre este montante, aproveitamos e questionamos o CONTER: Quem vai pagar essa conta? Seguiremos aguardando um posicionamento oficial que responda as nossas inúmeras perguntas.

Para que todos saibam os nomes dos envolvidos nestes escândalos, abaixo apresentaremos os réus do processo. É indispensável chamar atenção para o fato de que alguns dos réus acumulam de maneira ilegal cargos de Conselheiro Federal e Regional, ato este que causa grande indignação, a considerar que o mesmo afronta ao princípio da moralidade administrativa, uma vez que as figuras do fiscalizador e do fiscalizado não podem recair sobre as mesmas pessoas. Vejamos:
  • Valdelice Teodoro (Diretora Presidente)
  • Haroldo Félix da Silva (Diretor Secretário)
  • Abelardo Raimundo de Souza (Diretor Tesoureiro)
  • Antônio Cesar Cavalcanti Junior (Advogado do CONTER)
  • Valtenis Aguiar Melo (Conselheiro Efetivo)
  • Antônio Ubirajara Velho Gomes (Conselheiro Efetivo e Diretor Secretário do CRTR-6ª Região) - Acúmulo de Cargo
  • Fontaine de Araújo Silva (Conselheiro Efetivo e Diretor Presidente do CRTR-16ª Região) – Acúmulo de Cargo
  • Júlio César dos Santos (Conselheiro Efetivo – Região de Campinas/SP)
  • Oldemir Lopes Félix (Conselheiro Efetivo e Diretor Presidente do CRTR- 12ª Região) – Acúmulo de Cargo
Utilizando-se do poder legal que é inerente à Administração Pública, os Conselheiros efetivos do Conselho Nacional promovem atos totalmente desvencilhados da legalidade. Sabe-se que a imoralidade é articulada pela própria presidente Valdelice Teodoro, que desde 2002 quando assumiu seu 2º mandato, passou a ignorar todas as regras e os princípios éticos.

Visando perpetuar-se no poder e não mais deixar o cargo de presidente, articulou diversas estratégias para anular processos eleitorais do Conselho Nacional. Entre elas, Valdelice Teodoro estipulou novas regras de votação indireta, contrariando assim ao que se dispõe no regulamento da Lei 7.394/85, que prevê eleições diretas tanto para os Conselhos Regionais quanto para o Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia.

Ressalta-se que TAIS “ESTRATÉGIAS” DITADORAS E ANTIDEMOCRÁTICAS IMPUSERAM RESTRIÇÕES QUE INVIABILIZARAM A PARTICIPAÇÃO DA CATEGORIA em decisões importantes que dizem respeito à profissão. Sendo assim, ESTES 20 ANOS DE PODER DA SRA. VALDELICE NÃO PODEM SER CONSIDERADOS LEGÍTIMOS, UMA VEZ QUE A MESMA NUNCA PASSOU POR NENHUM PROCESSO ELEITORAL DURANTE TODOS ESTES ANOS e, portanto, estes mandatos não representaram e nunca representarão de fato os interesses dos profissionais da Radiologia.

Sob o comando de seu “império particular”, também conhecido como CONTER, a presidente fez espalhar seu autoritarismo, seja criando Conselhos Regionais, onde não necessita, ou intervindo aonde lhe era conveniente, bem como propondo ações indevidas e realizando um verdadeiro terrorismo psicológico distribuindo ações infundadas, tudo para que as pessoas saiam dos regionais ou os entreguem através de acordos desonestos.

A forma com que o atual Corpo de Conselheiros vem lidando com as questões que envolvem a Categoria, passando por cima de todos os princípios previstos na esfera da administração pública, inclusive, ignorando a autoridade das decisões judiciais é uma nítida demonstração do que estão dispostos para permanecerem no poder. Sendo assim, é imprescindível que os profissionais da Radiologia lutem para assegurar a devida punição aos responsáveis por tais arbitrariedades.

Cabe observar, que obviamente a impunidade se configura como meta a ser alcançada por eles, entretanto, ao contrário do que pensam, a Categoria não permitirá que tais ilegalidades e abusos passem despercebidos. Visando resguardar a moralidade dentro da Radiologia, o SINTTARESP continuará divulgando e dando visibilidade aos escândalos da gestão da Sra. Valdelice Teodoro, haja vista os prejuízos inimagináveis que a mesma tem causado à Categoria e aos cofres da Autarquia Federal.

É lamentável o fato deles estarem envolvidos constantemente em escândalos, os quais evidenciam a má gestão e a corrupção praticada pelos seus Conselheiros, que trabalham somente com o objetivo de realizar ações fraudulentas em busca de benefício próprio.

Não podemos assistir passivamente corruptos perpetuando-se no poder. Precisamos nos mobilizar e lutar em favor da reestruturação administrativa do Conselho Nacional. Só assim conseguiremos mudar a realidade da profissão e alcançar grandes progressos na Radiologia. A mudança irá acontecer quer eles queiram, quer não. Por isso, profissional da Radiologia: não se omita, lute por um CONTER ético, democrático e transparente.
 
 
CONFIRA ABAIXO OS DOCUMENTOS QUE COMPROVAM O PROCESSO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA ENVOLVENDO OS CONSELHEIROS DO CONTER:




 
CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS: SERÁ QUE O CONTER CONTINUARÁ TENTANDO SE SAFAR? SERÁ QUE A SRA. VALDELICE TENTARÁ ALEGAR QUE ESSA NOTÍCIA TAMBÉM É FALSA?

PROFISSIONAL DA RADIOLOGIA: SUA VOZ É A DEFESA CONTRA A CORRUPÇÃO NO CONTER! LUTE! DENUNCIE!
Mais Notícias
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
www.infosind.com.br