Últimas Notícias

23/02/2017

MÁ ADMINISTRAÇÃO DA SRA. VALDELICE RENDE GRANDE ROMBO NO CONTER: DÍVIDA CHEGA A QUASE R$ 8 MILHÕES

Situação financeira do Conselho Nacional é caótica e preocupante



Endividado e sem perspectivas, o CONTER vive uma calamidade financeira que se arrasta a anos, RESULTADO DE UMA MÁ ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DA AUTARQUIA FEDERAL. Se as eleições fossem hoje, a próxima Diretoria Executiva do CONTER assumiria uma herança (nada agradável) contraída na atual gestão, presidida pela Sra. Valdelice Teodoro, que chega a quase R$ 8 milhões.

O rombo em questão foi adquirido devido as diversas intervenções praticadas pelo CONTER, o qual possui TOTAL RESPONSABILIDADE SOBRE OS ATOS DE SEUS INTERVENTORES quando estes estavam à frente da Diretoria do CRTR-RJ – 4° Região, e descumpriram um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público do Trabalho (MPT) referente ao Inquérito Civil de nº 000559.2009.01.000/2-23.

A PRÁTICA INTERVENTIVA DA SRA. VALDELICE SE DÁ DE MANEIRA ARBITRÁRIA E AUTORITÁRIA QUANDO UM REGIONAL NÃO SE CORROMPE E ENTRA EM SEUS ESQUEMAS. O único objetivo de tais intervenções é impedir que os CRTRs possam trabalhar em prol dos profissionais da Radiologia, fazendo intervenções absurdas e resoluções que impedem o progresso dos regionais e, principalmente, da Radiologia. Tática claramente utilizada para PERSEGUIR E TENTAR COAGIR OS CRTRs que realizam denúncias sobre os abusos e as manipulações eleitorais cometidas pela atual diretoria. Foi o caso CRTR-RJ, dentre outros, que NÃO ESTÃO SENDO CONIVENTES COM A POSTURA NEGLIGENTE DO CONTER NOS ASSUNTOS QUE ENVOLVEM A CLASSE.

É fundamental destacar, que em um grande esquema eleitoral, a Sra. Valdelice coloca o seu “testa de ferro”, Sr. Fernando Gerber, velho conhecido do sistema CONTER/CRTRs, que curiosamente está envolvido em um nítido caso de nepotismo, haja vista que o mesmo é esposo da Coordenadora do Conselho Nacional, Sra. Hélida E. Souza Gerber. Ressalta-se que o Sr. Fernando, presidente da Comissão Eleitoral, manipula todos os processos que envolvem as eleições a mando da atual presidente, que insiste em permanecer no comando da Autarquia, para esconder a sujeira deixada durante esses 20 anos de má administração, jogando assim “a sujeira para debaixo do tapete”.

O que causa grande estranheza é o fato de um Corpo de Conselheiros que está à frente do CONTER durante todos esses anos trabalhe apenas para coibir aqueles que realizam denúncias que os desfavorecem e, em contrapartida, quando assunto é combater o exercício ilegal da profissão e agir em prol da valorização da Categoria a única coisa que notamos é MOROSIDADE, DESPREPARO E DESLEIXO, confirmando que Conselho Nacional não tem competência para retirar da Radiologia os profissionais estranhos a profissão, enfraquecendo assim a luta de Classe.

Além disso, agora nos deparamos com essa lamentável constatação de que A SITUAÇÃO FINANCEIRA DO CONSELHO NACIONAL ESTÁ À BEIRA DE UM COLAPSO, tendo em vista esse montante de 8 milhões que se refere apenas a um processo, sem contar todos os outros processos milionários que sabemos que existem.

Fazendo uma breve consulta do site do Conselho Nacional, é possível verificar que o mesmo não cumpre, também, com a Lei da Transparência em sua plenitude, uma vez que a Sra. Valdelice não divulga, por exemplo, os valores de Auxílio Representação e Jeton. QUAIS SERIAM OS VALORES DESSES MONTANTES NÃO ESPECIFICADOS?

As consequências de uma má gestão no Conselho Nacional interferem diretamente na vida dos profissionais da Radiologia. Por isso, levantamos a seguinte questão: Até quando iremos aceitar esses absurdos?

O SINTTARESP no uso de suas atribuições como representante legítimo da Categoria tem a obrigação de tornar público quaisquer informações relevantes que envolvam a profissão e, para tanto, continuaremos denunciando e divulgando a todos as ilegalidades por trás do CONTER.

Neste ano, após muita luta, teremos o direito de decidir quem nos representará pelos próximos anos, acabando de uma vez por todas de décadas de poder da Sra. Valdelice Teodoro. Essa eleição é a principal arma de que dispomos para mudar o futuro da profissão. Precisamos nos unir e lutar pelo progresso da Radiologia e por um CONTER ético, transparente e comprometido com as causas da Classe!
 
AONDE ESTÃO OS RECURSOS INVESTIDOS NA CATEGORIA?
QUAIS AS AÇÕES REALIZADAS EM PROL DA VALORIZAÇÃO DA PROFISSÃO?
 
CONFIRA ABAIXO DOCUMENTO QUE COMPROVA O VALOR DA DÍVIDA:

 
Mais Notícias
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
www.infosind.com.br