X

Emissão de Boletos ACESSE

Últimas Notícias

24/10/2018

PARAÍSO DOS PRIVILÉGIOS: DIRETORIA EXECUTIVA DO CONTER, DIRETORIA INTERVENTORA E DELEGADOS REGIONAIS DO CRTR-SP GASTAM QUASE 1 MILHÃO DE REAIS COM DIÁRIAS, AUXÍLIOS-REPRESENTAÇÃO E JETONS

Valores extraídos dos Portais da Transparência comprovam uma verdadeira “farra” com os recursos das Autarquias Federais nos últimos oito meses


Comprar uma Ferrari, dar uma volta ao mundo ou adquirir uma casa na Espanha? O que você, profissional da Radiologia, faria se tivesse 1 milhão de reais para gastos pessoais?

Muito provavelmente você não faz ideia de como juntar esse dinheiro. Parece uma realidade muito distante ter esse valor na sua conta bancária, não é mesmo? Mas para a Diretoria Executiva do CONTER é algo rotineiro, haja vista que em apenas oito meses, eles já gastaram o montante de R$ 461.809,30 em passagens aéreas, diárias, auxílios-representação e jetons.

Por sua vez, os senhores Agnaldo Silva, Jorge Biagi Fernandes e Guilherme Antônio Ribeiro Viana, membros da Diretoria Interventora do CRTR-SP, em conjunto com os seus Delegados Regionais, gastaram, no mesmo período, a quantia de R$ 459.783,92.

Engana-se quem chegou a acreditar que “supersalários” e “privilégios” era algo a ser retratado apenas em reportagens que envolvem a Operação Lava Jato. Ao contrário do que afirma o famoso ditado “Qualquer semelhança, é mera coincidência”, não é por acaso que os valores das anuidades são tão altos, uma vez que é necessário a existência de muitos milhões reais para arcar com todas estas despesas.

Lamentavelmente, o desalento da Categoria não se limita a ineficiência do Sistema CONTER/CRTR’S em fiscalizar o exercício ilegal da profissão, sendo este somente a ponta do iceberg. Durante os últimos anos, a administração do Conselho Nacional se recusa a realizar uma auto-reflexão e encarar a triste realidade da Radiologia.

A partir desta resistência, já era de se esperar que o desempenho do CONTER tenha deixado a desejar, uma vez que defender a Classe demanda “muito trabalho”. Com isso, é mais fácil tentar iludir os profissionais com cenários irreais, através de discursos fantasiosos de que a profissão não corre qualquer risco de extinção, ao invés de realmente lutar por aqueles que merecem grandes esforços.

O mais assustador de tudo isso é que enquanto os profissionais da Radiologia sofrem com a invasão de profissionais alheios à área, os integrantes da Diretoria Executiva do Conselho Nacional e da Diretoria Interventora do CRTR-SP parecem pouco se importar, a julgar pelos valores exorbitantes de “verbas indenizatórias” que os mesmos embolsam mensalmente. Os altos “salários” ocorrem por uma série de gratificações previstas institucionalmente.

Para se ter uma ideia do tamanho do “desfalque” nos cofres das Autarquias, segundo a Resolução n° 08/2017, que regulamenta o pagamento de diária, jeton, auxílios-representação e reembolso no Sistema CONTER/CRTR’S, “É garantido somente a Conselheiros e Diretores dos Conselhos Nacional e Regionais de Técnicos em Radiologia, quando do comparecimento à reunião deliberativa, a percepção de jetons por Reunião Ordinária/ Extraordinária ou Reunião de Diretoria”, ou seja, apenas por comparecer às reuniões, os Conselheiros recebem a quantia de R$ 350 reais. Já no que se refere as diárias, os mesmos dispõem da quantia de R$ 700 reais para bancar a sua estadia.

Diante disto, o SINTTARESP fez um levantamento entre os meses de janeiro a agosto de 2018. Após analisar os arquivos, planilhas e tabelas disponíveis nos Portais da Transparência, uma avalanche de números demonstrou que, coletivamente, a Diretoria Executiva do CONTER, bem como a Diretoria Interventora e os Delegados Regionais do CRTR-SP, embolsaram o montante de R$ 921.593,22, isto é, quase 1 milhão de reais. Confira os valores a seguir:



Diretoria Interventora CRTR-SP

  • Agnaldo Silva – R$ 94.749,63

  • Jorge Biagi Fernandes – R$ 137.977,88

  • Guilherme Antônio Ribeiro Viana – R$ 130.166,44

Delegados Regionais CRTR-SP

  • Delegacia de Campinas – Delegado Juliano Amadio – R$ 14.000,00

  • Delegacia de Ribeirão Preto – Delegado Rodrigo Travaini – R$ 19.040,00

  • Delegacia de Santos – Delegado Andre Luiz – R$ 19.600,00

  • Delegacia de São José do Rio Preto – Delegado Sergio Roberto Zullo – R$ 21.600,00

  • Delegacia de Bauru – Delegado Dilson Cuba Matos – R$ 17.550,00

Os senhores Manoel, Abel e Adriano, definitivamente, não escondem a boa vida que levam! No Portal, ainda é possível verificar registros, os quais comprovam que os Conselheiros realizaram, ao longo deste curto período de tempo, diversas viagens nacionais e internacionais, sob a justificativa de que estariam participando de congressos, conferências e reuniões. No entanto, desde que assumiram o cargo, nenhuma nova tecnologia foi apresentada, tampouco foi possível observar retornos significativos para a profissão.





Não é de hoje que as despesas excessivas por parte do CONTER causam espanto. No final de 2017, o Sr. Manoel Viana e sua secretária, Lorena Vieira, foram a República Dominicana no Caribe durante a XI Jornada Panamericana de Tecnologia Médica. Este “breve passeio”, custou nada menos que R$ 15.165,00 aos cofres da Autarquia.


Pelo visto as mordomias não irão parar por aí e os passeios por parte dos Conselheiros continuarão a pesar no bolso dos profissionais das Técnicas Radiológicas, que pagam, muitas vezes, com grande dificuldade, as anuidades caríssimas.

Por esta e outras, que esperamos no mínimo uma prestação de contas transparente, detalhada e precisa com o rigoroso cumprimento dos parâmetros legais. É de suma importância destacar que a Diretoria Executiva não pode receber qualquer tipo de remuneração, pois este cargo possui caráter honorífico e, consequentemente, não há “salários” para desempenhar as atividades.

Considerando que a divulgação destes valores permite que os profissionais das Técnicas Radiológicas cobrem respostas do Sistema CONTER/CRTR’S, sugerimos que todos entrem em seus canais de comunicações e peçam explicações. Aconselhamos também que realizem uma supervisão contínua dos Portais da Transparência, verificando as despesas dos Conselheiros. Envie sua denúncia para o Ministério Público Federal: www.mpf.mp.br/para-o-cidadao/sac

Mais Notícias
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
www.infosind.com.br