Painel do Associado
Seja bem vindo ao
LOGIN DO ASSOCIADO


Voltar
RECUPERAÇÃO
DE SENHA

Atenção, enviamos o e-mail de recuperação de senha para:

Por favor, verifique seu e-mail para recuperar sua senha.

Carregando . . .

Notícia

publicado em 09/11/2021

CONTER-CRTR É UM SISTEMA PARASITÁRIO E INÚTIL NA RADIOLOGIA

Falta de transparência é a regra entre os marajás que drenam recursos essenciais da categoria
O SINTTARESP denuncia constantemente a falta de transparência do sistema CONTER-CRTR, que subestima a inteligência da categoria e da população ao ocultar informações de interesse público.

Esse sistema está cada vez mais se provando ineficiente e danoso para a categoria. NÃO GERA EMPREGOS E NÃO FISCALIZA NINGUÉM! Haja visto o cada vez mais crescente número de profissionais invasores na radiologia, que gera um desemprego e um desalento para a categoria, que vê na sindicalização e em conquistas históricas da profissão como a única forma de resistência.

O sistema CONTER-CRTR é um PARASITA COBRADOR DE IMPOSTOS. Não defendem a categoria e não fiscalizam. Em suma, não servem para absolutamente nada, exceto para criar marajás aproveitadores. 

CONTER E CRTRS SÃO ÓRGÃOS ATROFIADOS que pavimentaram o caminho para a ascensão de MARAJÁS NA RADIOLOGIA, que vivem às custas dos técnicos e tecnólogos, que pagam por toda essa irresponsabilidade, proveniente da falta de transparência praticada pelos órgãos citados.

Salientamos sobre o quantitativo de profissionais por regional no Brasil, pois há locais, como Rondônia e Acre que, juntos, têm 1.522 profissionais à disposição e uma população de 2 milhões e meio de habitantes, aproximadamente. Ou seja, há um profissional para cada 1.650 habitantes, em média.

Estados que juntos são gigantescos em território como Amazonas e Roraima têm 3.960 profissionais.

Já São Paulo, com aproximadamente 45 milhões de habitantes, possui 31.707 profissionais. Sendo mais de 1.400 habitantes por profissional, com um número cada vez maior de profissionais estranhos à área, sem a qualificação de um técnico ou tecnólogo em radiologia.

Sem dúvidas há uma disparidade muito grande entre a quantidade de profissionais por regional e supostamente esse seja um dos motivos para dados desatualizados e por vezes imprecisos, que induzem ao erro e subestimam a inteligência da população e da categoria.

Em alguns casos as últimas informações sobre número de funcionários inscritos e folha de pagamento, por exemplo, têm mais de um ano de desatualização. E informações sobre arrecadação não são claras e acessíveis para a grande maioria das pessoas, isso quando disponíveis de forma completa.

Isso tudo interessa a pessoas aproveitadoras, uma nova espécie de marajás, sugando recursos da radiologia e aproveitando de todas as benesses possíveis.

Por falar nestas benesses, falemos também da questão dos altos gastos em diárias, auxílio representação e jetons, que já virou costume da atual diretoria do CRTR-SP. Se tornou uma entidade sem função e que não tem nada a oferecer para a categoria, além de sempre se incomodar quando tocamos no assunto da TRANSPARÊNCIA!

Por que sempre a divulgação de informações sobre transparência incomoda quem deveria defender seu acesso para o entendimento de todos os profissionais?

O SINTTARESP não compactua com esta falta de transparência e sempre cobrará prestação de contas e fiscalização com relação aos serviços prestados à categoria, além de constantes melhores condições de trabalho e remuneração digna.

NÃO AOS MARAJÁS DA RADIOLOGIA! NÃO AO SISTEMA PARASITÁRIO CONTER-CRTR!

Veja os dados em documentos sobre quantitativo de profissionais, entre outros, aqui: http://www.sintaresp.com.br/site/Midias/Noticia/1310/veja-atual-situacao-da-radiologia-pelo-brasil

SINDICALIZE-SE, JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Secretário de Imprensa
Georges Ken Norton de Oliveira
 
  • Comentar
  • Enviar
  • Imprimir

Ainda não há comentarios. Seja o primeiro a comentar.

Leia Também

Convênios e Benefícios

Galeria de Fotos

publicado em 26/08/2019

I ENCONTRO BENEFICENTE SINTTARESP

Jornal do Sinttaresp